dos títulos

Ainda não temos um título definido para nosso Documento sobre os 30 anos da greve de Guariba. Mas durante todo esse tempo de trabalho, a discussão nos levou a vários deles. No fim, embora alguns não se encaixem, vamos ver qual sobrevive. Outro dia mesmo, falando com Vambeto, ele sugeriu Herois de 84, o autor é profético em seus títulos, como o de seu romance de estreia Realidade Nordetina, nada mais certeiro, e os títulos dos capítulos dele, Tito acendeu a vela e Agora eu só vou brincar. Ainda nessa rabeira pensei em Dias de 84 ou mesmo 1984, embora já exista Guariba-1984. Ainda assim todos parecem “datar” o filme, algo imprevisível para um caminho de 30 anos, afinal os entrevistados estão relembrando os episódios não apenas da greve como também da própria trajetória depois dela.

Por isso houve um certo acordo com Trajetórias , ainda que ele fique um pouco evasivo e considere a opinião de Ruy Castro sobre os apêndices de títulos desnecessários, não o descartamos sem um subtítulo como 30 anos da greve de Guariba ou afins.

O primeiro para o limbo foi A revolta dos boias-frias. Título que emprestei da Folha de S. Paulo, quando engrenava o estudo do assunto, o jornal batizou deste modo a seção de reportagens sobre as consequências da greve. Primeiro porque nosso filme não é exatamente sobre essa suposta revolta ( já existem alguns e seria limitar as entrevistas e o tema) e, segundo, embora relutasse um pouco no início, tempos depois já concordara plenamente com a visão do professor Francisco Alves, que afirmou peremptoriamente a mim na primeira vez que fui até a universidade entrevistá-lo, “Foi uma greve, não foi uma revolta.”

Por fim há uma aparente-lógica-numérica por trás disso tudo e numa dessas incursões em busca da alcunha, depois da fuga de possibilidade, e talvez necessidade, 30 anos 30 histórias, chegamos a um acordo “30 x 20: A história e as histórias da greve de Guariba” que, em parte, retirei de um livro do próprio cronista.

Continua…

O Sérgio – http://www.flickr.com/photos/sergiogalvao/ – continua o seu trabalho de fotografar as pessoas e filmar alguns momentos da nossa conversa.

Abaixo, Tico.

Imagem

Anúncios

2 comentários sobre “dos títulos

  1. Na verdade tudo precisa pensar para ter um titulo agradável e leve de cer falado. Temos bons gosto e quem for assistir merece coisa boa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s