teste do documentário O espírito de 84

Quando se começa a gravar um documentário

Neste mês de julho demos início às gravações do documentário O espírito de 84 sobre a vida dos participantes da greve de Guariba. É sempre muito angustiante um início de trabalho, precisa-se estar bem preparado para administrar um conjunto de fatores, não apenas técnicos, mas também outros subjetivos, como um certo enfrentamento: o de tornar natural o que vem carregado de desafios, como conseguir retirar do participante as histórias mais íntimas ou mesmo as inusitadas e surpreendentes.

Também pelo fato de ser um filme que recupera a memória (faz 30 anos que ocorreu a greve), muitas vezes precisa se dar tempo para maturar o que se passa na cabeça de cada um e esperar o momento certo para que essa pessoa relembre com alguma emoção o que viveu.
Ainda assim tivemos um ótimo início, fomos bem recebidos e nos emociona muito trabalhar uma história que também faz parte da nossa história, somos de Guariba, e por esse motivo, não dá pra ser totalmente neutro no processo, se é que em qualquer trabalho que se faça, conseguimos não nos envolver tanto, o fato é que não dá para o filme não tocar neste assunto uma vez que fazemos parte dele tão diretamente. Veremos como fica.

O roteiro está em processo junto com a filmagem, o que nos deixa mais livres para opinar e transgredir, mas o que também carrega a responsabilidade de não ter tanta certeza do resultado final. Será que algum filme em produção sabe até que ponto pode chegar ?
Aqui um trecho das gravações:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s